conecte-se conosco

Notícias

O maior projeto de energia solar-eólica da América Latina avança

Cerca de 30% de uma instalação híbrida chilena de 571 MW, de propriedade do desenvolvedor irlandês Mainstream Renewable Power, foram construídos. A usina de energia solar Condor faz parte do complexo eólico-solar 1.3 GW Andes Renovables.

Crédito: Envato Elements

Publicado

em

A desenvolvedora irlandesa de energia limpa Mainstream Renewable Power afirma que instalou cerca de 30% de seu projeto de energia solar e eólica Condor de 571 MW no Chile.

A instalação híbrida, premiada com uma tarifa fixa em um leilão de energias renováveis ​​do Chile em 2016, constitui a primeira fase do complexo híbrido solar e eólico Andes Renovables de três estágios de US $ 1,8 bilhões e 1,3 GW que o desenvolvedor está planejando.

O projeto Condor consiste no parque solar Río Escondido, na região de Atacama, mais os parques eólicos Tchamma e Cerro Tigre em Antofagasta e outro parque eólico, o projeto Alena, na região de Biobío.

A Mainstream Renewable Power garantiu US $ 580 milhões dos US $ 830 milhões necessários para o complexo de renováveis ​​da Condor no final do ano passado, dos credores espanhóis Banco Santander e CaixaBank, dos bancos franceses Natixis e Societe Generale e da instituição japonesa Sumitomo Mitsui mais investidores controlados pelo estado na forma do DNB da Noruega e o braço do Ipex-Bank da entidade de desenvolvimento alemã KfW. A incorporadora irlandesa do complexo dos Andes disse que está trabalhando para chegar a um fechamento financeiro para a segunda fase do projeto.

A construção do complexo híbrido Condor está programada para o próximo ano.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidos