conecte-se conosco

Artigos

BYD instalou módulos e baterias para a primeira fábrica flutuante no mundo

A empresa, sediada em Campinas (SP), faz parte de um grande projeto bioeconômico inovador com tecnologia brasileira, que circulará pelas valas dos rios Solimões Japurá, Juruá, Purus e Madeira: a embarcação Balsa-Açaí, movida por energia solar, tem um escopo operacional totalmente sustentável e será sustentada por baterias BYD.

imagem: byd.ind.br

Publicado

em

O projeto é de propriedade da Transportes Bertolini e contou com o sistema de armazenamento da BYD, que proporcionou as condições ideais para a balsa operar com sua eficiência máxima. O modelo indicado pela empresa foi o B-BOX-PRO 13,8 KWh, ideal para sistemas sem rede, pois estão totalmente desconectados da rede elétrica.

As baterias são essenciais para a operação de ciclo completo. 64 unidades B-Box são utilizadas neste projeto, com uma capacidade de armazenamento de 883 kWh. É o maior projeto fora da rede com baterias BYD B-BOX do mundo.

Segundo Marcelo Taborda, Diretor de Vendas da BYD, “o projeto balsa realizado em colaboração com as empresas Valmont e Bertolini é uma conquista global sem precedentes para o setor fotovoltaico e de armazenamento, pois é o maior projeto off-grid da BYD com baterias de lítio b-box no mundo. “

O investimento total do projeto é de aproximadamente 20 milhões de reais e o pool está em fase final de desenvolvimento.

A estrutura, de mais de 2.000 metros quadrados, será coberta por módulos solares e terá capacidade para processar 20 toneladas de frutas e 12 toneladas de polpa congelada por dia, além de armazenar 300 toneladas em sua câmara frigorífica.

A fábrica, localizada dentro do navio, tem capacidade média para processar 20 toneladas de frutas por dia e congelar 12 toneladas de polpa por dia.

Além disso, a unidade conta com uma Estação de Tratamento de Efluentes (ETE), com capacidade para tratar 15 mil litros de efluentes por hora, em que a água devolvida ao rio será de qualidade superior à coletada para uso na planta.

“Desde o início, a BYD participa desse projeto Balsa-Açaí. Quando conhecemos toda a sustentabilidade que envolve a produção dessa indústria flutuante, que vai navegar pelos principais rios que cruzam o estado do Amazonas, acreditamos no seu potencial. Temos a satisfação de fazer parte dessa solução, que contribui para a preservação da floresta e geração de renda para os moradores locais ”, afirma Adalberto Maluf, Diretor de Marketing e Sustentabilidade da BYD.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidos