conecte-se conosco

Notícias

Sungrow lança no Brasil um inversor compatível com módulos de + 600Wp para geração distribuída

A fabricante chinesa de inversores Sungrow lançou no Brasil seu mais recente inversor string comercial, o SG75CX, especialmente desenvolvido para usinas de geração distribuída.

Imagem: Sungrow

Publicado

em

A fabricante chinesa de inversores Sungrow lançou no Brasil seu mais recente inversor string comercial, o SG75CX, especialmente desenvolvido para usinas de geração distribuída.

Equipado com 9 MPPT, o inversor de 75 kW pode ser usado em diferentes tipos de instalações comerciais. De acordo com o fabricante, garante ótima geração de energia, mesmo em trabalhos à sombra. É compatível com módulos bifaciais acima de 600 Wp e foi desenvolvido com uma alta relação DC / AC de até 2, o que, diz Sungrow, garante um baixo investimento inicial e um LCOE mínimo.

Considerando ambientes de instalação complexos, como áreas costeiras, a função de recuperação PID embutida é essencial, pois evita qualquer perda de energia usando o potencial reverso à noite para cancelar a polarização e restaurar módulos degradados. Possui proteção IP66 e classe anticorrosiva C5.

Projetado com tecnologia inteligente de resfriamento a ar forçado, o inversor opera sem redução quando a temperatura chega a 50 graus Celsius, de acordo com o fabricante.

Sungrow atingiu 1 GW de vendas no Brasil no início de 2020 e foi a marca de inversor mais vendida no país . Em junho de 2020, a Sungrow instalou mais de 120 GW de inversores em todo o mundo e anunciou mais 1 GW de embarques para o Chile. A empresa mantém uma participação no mercado mundial de mais de 15%.

O Brasil atingiu recentemente um novo recorde de geração solar distribuída, que somou meio milhão de unidades. Segundo Absolar, a maioria deles está instalada em residências (73,6%). Para este ano, estão descartados os problemas de entrega de equipamentos importados, que no ano passado afetaram o crescimento do setor, mas podem afetar a desvalorização do real.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidos