conecte-se conosco

Notícias

Primeira usina solar da Copel no Brasil entra em fase final

A primeira usina solar da Copel, empresa de energia elétrica do estado do Paraná, está recebendo a parte final das estruturas e módulos fotovoltaicos.

Imagem: Copel

Publicado

em

A primeira usina solar da Copel, empresa de energia elétrica do estado do Paraná, está recebendo a parte final das estruturas e módulos fotovoltaicos. Localizada na cidade de Bandeirantes, no norte do estado, também está sendo concluída a linha de distribuição que ligará os parques geradores à rede da Copel. O sistema terá potência instalada total de 5,36 MWp, com entrada em operação prevista para 2020.

A primeira usina solar fotovoltaica da Copel entrará em operação em 2020 em regime de minigeração distribuída, em que a energia gerada é utilizada para compensar o consumo de energia elétrica, gerando desconto na conta do consumidor. Este modelo de compensação de energia elétrica está descrito na Resolução Aneel 482/2012.

Existem dois modos: geração compartilhada e autoconsumo remoto. Na geração compartilhada é possível considerar duas ou mais unidades consumidoras reunidas por meio de um consórcio ou cooperativa para utilizar parte da energia gerada pela usina para reduzir a conta de energia. No autoconsumo remoto, as unidades de consumo devem ser da mesma propriedade. Em ambos os casos, as unidades consumidoras devem estar na área de concessão da Copel.

O projeto Bandeirantes é realizado em colaboração com a Sistechne Participações.

A Copel está à disposição para desenvolver outros projetos semelhantes, inicialmente para clientes comerciais e industriais. As empresas interessadas em compensar seu consumo de energia por meio da geração distribuída podem entrar em contato com a Copel pelo site.

“Estamos satisfeitos com o andamento do projeto e temos orgulho de implantar esse novo produto, que já está à disposição dos clientes comerciais e industriais que desejam economizar energia”, afirma Ricardo Rothstein, Superintendente do Departamento de Desenvolvimento de Negócios da Copel.

Ao final de maio, o Brasil atingiu 3.003 MW de potência instalada no segmento de geração distribuída e com 315.623 unidades consumidoras cadastradas.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidos