conecte-se conosco

Notícias

O recém-criado Banco Agrícola do Paraná, financia projetos renováveis ​​a juros baixos

Serão financiados até R $ 500 mil (92.275 dólares) em energia solar fotovoltaica e até R $ 1,5 milhão em biomassa. A equalização é de 3%.

Imagem: Envato Elements

Publicado

em

O Banco do Agrícola Paranaense (Banco Agrário do Paraná) começou oficialmente a operar no estado brasileiro. É um instrumento que permite ao governo do Estado conceder subsídios econômicos aos produtores rurais, às cooperativas e associações de produção, comercialização e reciclagem e ao agronegócio familiar, além de projetos que utilizem fontes renováveis ​​de geração de energia e programas voltados à irrigação, entre outros. Tem apoio estatal para financiamento, a taxas de juro muito baixas. Os primeiros contratos foram assinados esta semana durante o lançamento do programa no Palácio Iguaçu.

“A proposta do Banco do Agricultor no Paraná”, enfatizou o Governador Carlos Massa Ratinho Junior em sua apresentação, “é alavancar investimentos por meio da equalização de taxas de juros em diversas atividades agrícolas, além de promover inovação tecnológica, sustentabilidade, geração de empregos e melhoria da competitividade do produto paranaense ”.

O grupo representa 216 cooperativas no Paraná e fornecerá financiamento para operações de obras civis, aquisição de materiais e equipamentos e elaboração de projetos de geração de energia a partir de fontes renováveis. Eles se encaixam em projetos de Geração Distribuída ou Geração Isolada com energia solar fotovoltaica e biomassa.

Serão financiados até R $ 500 mil (92.275 dólares) em energia solar fotovoltaica e até R $ 1,5 milhão em biomassa. A equalização é de 3%.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidos