conecte-se conosco

Notícias

O Conselho Global de Energia Eólica busca participantes para o programa Woman in Wind

Hoje a energia eólica, como outras partes da indústria global de energia, ainda é amplamente dominada pelos homens.

Imagem: Envato Elements

Publicado

em

Hoje a energia eólica, como outras partes da indústria global de energia, ainda é amplamente dominada pelos homens. No entanto, existem oportunidades para melhorar o equilíbrio de gênero, fazer maior uso das habilidades das mulheres e fortalecer a energia eólica como parte de um sistema de energia inclusivo e sustentável para o futuro.

Atualmente, apenas 21% da força de trabalho global de energia eólica são mulheres, isto está abaixo dos 32% que as mulheres representam as energias renováveis ​​ou mesmo abaixo dos 22% que as mulheres representam as energias convencionais de acordo com o relatório de 2019 da IRENAenergia renovável: uma perspectiva de gênero

Também no relatório, você vê uma grande lacuna nos empregos das mulheres se você estiver no setor eólico, com apenas 8% dos cargos de alta gerência no setor global de energia eólica ocupados por mulheres. A maioria das mulheres está em cargos de gestão e ocupações não-STEM na energia eólica.

Por tudo isso, o Conselho Global de Energia Eólica (GWEC) se uniu à Rede Global de Mulheres para a Transição Energética (GWNET) para criar o Programa de Liderança Global Mulheres no Vento , o programa foi criado em 2019 e está em busca de novos participantes.

O setor eólico está no centro da transição energética, e a diversidade de gênero é crítica para construir uma força de trabalho qualificada e dinâmica para desbloquear a inovação e impulsionar o crescimento em nossa indústria. Isso é especialmente crucial agora, visto que a pandemia prejudicou o progresso global em direção à redução da lacuna de gênero. Com o setor eólico a caminho de um crescimento recorde este ano, a diversidade de gênero deve ser uma prioridade para uma recuperação justa e verde “, disse Joyce Lee , Diretora de Política e Operações da GWEC ,

O programa é projetado para acelerar a carreira das mulheres na indústria eólica, apoiar seu caminho para posições de liderança e promover uma rede global de mentoria, compartilhamento de conhecimento e capacitação.

O programa termina de receber as inscrições para este ano no dia 14 de fevereiro, é necessário ser residente dos seguintes países para se inscrever: Argélia, Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Egito, Etiópia, Índia, Indonésia, Quênia, México, Marrocos, Filipinas , Rússia, Senegal, África do Sul, Tailândia, Turquia e Vietnã.

Para se inscrever, acesse https://gwec.net/women-in-wind/apply/.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidos