conecte-se conosco

Notícias

O Brasil pode hospedar uma usina de hidrogênio verde de US $ 5,4 bilhões

A Enegix Energy, especialista australiana em hidrogênio, planeja construir uma usina de hidrogênio verde em 500 hectares de terreno comercial no Porto de Pecém, no estado do Ceará, no nordeste brasileiro.

Imagem: Envato Elements

Publicado

em

A Enegix Energy, especialista australiana em hidrogênio, planeja construir uma usina de hidrogênio verde em 500 hectares de terreno comercial no Porto de Pecém, no estado do Ceará, no nordeste brasileiro.

A empresa disse que em meados de fevereiro foi assinado um memorando de entendimento para o projeto “Base One” com o governador do estado, Camilo Santana, e que a planta prevista deve gerar mais de 600 milhões de quilos de hidrogênio verde por ano. “A nova unidade de geração prevista pela Enegix funcionará integralmente com energia renovável, com emissão zero, e aproveitará o grande potencial de energia renovável que o Ceará possui, com a energia solar e eólica onshore e offshore que será realizada, permitindo à Base Um para expandir para mais de 100 GW para atender a demanda mundial ”, explicou a empresa australiana em um comunicado.

A usina de US $ 5,4 bilhões deverá ser alimentada por cerca de 3,4 GW de capacidade combinada eólica e solar, que, de acordo com a Enegix Energy, já foi contratada com a empresa brasileira de energia renovável Enerwind. O local escolhido tem acesso direto aos principais mercados internacionais por via marítima. “Nossa parceria com o governo do estado do Ceará é um marco importante para a empresa. A Base Um fará do Ceará um importante pólo de exportação de hidrogênio e estabelecerá a Enegix como um produtor global de energia renovável que se alinha com nossa visão e estratégia de substituir redes de energia de alta emissão caras por carbono zero de carga renovável e econômica ”, afirmou Wesley Cooke, CEO da Enegix Energy.

A empresa contratou recentemente uma empresa de engenharia internacional não identificada para o estudo de viabilidade do projeto e atualmente está buscando investidores por meio de uma rodada de capital aberto. A construção da usina de hidrogênio pode levar até quatro anos.

O estado brasileiro do Ceará está experimentando um forte desenvolvimento de projetos fotovoltaicos não subsidiados vinculados a contratos de compra de energia. A região possui condições climáticas muito favoráveis ​​para projetos de energia solar.

A Superintendência Estadual do Meio Ambiente do Ceará ( Semace) recentemente submeteu a implantação de 132 MW a audiência pública. O projeto inclui a implantação de quatro usinas fotovoltaicas. A Lightsource bp também anunciou que construirá 500 MW no Ceará, Brasil . Especificamente, vai implantar dois parques solares fotovoltaicos, em Milagres e Icó.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidos