conecte-se conosco

Notícias

Enel X fechou o maior contrato de distribuição da América Latina com a TIM telecomunicações

Com uma planta composta por 24.000 painéis solares para a produção de energia fotovoltaica, a empresa de telecomunicações TIM será dona do maior projeto de geração distribuída da América Latina executado pela Enel X.

Imagem: tim.com.br

Publicado

em

Com uma planta composta por 24.000 painéis solares para a produção de energia fotovoltaica, a empresa de telecomunicações TIM será dona do maior projeto de geração distribuída da América Latina executado pela Enel X.

O mega sistema de energia solar será construído na Bahia e terá capacidade instalada de 9.919 MWp, capacidade energética suficiente para evitar a emissão de aproximadamente 13.360 toneladas de CO₂ na atmosfera por ano.

As usinas solares serão entregues no segundo semestre de 2021 e ficarão à disposição da TIM por 15 anos, conforme contrato firmado entre as empresas.

“Oferecer soluções solares distribuídas para ajudar as empresas a começar a gerar sua própria energia e ajudá-las a cumprir suas metas de sustentabilidade estão no centro de nossa estratégia no Brasil. A região Nordeste tem se destacado no desenvolvimento desse tipo de projetos pela abundância de recursos naturais ao longo do ano ”, destaca Francisco Scroffa, presidente da Enel X no Brasil.

Para a TIM, o investimento em energia limpa e geração distribuída faz parte de um projeto iniciado em 2017, que já conta com mais de 34 usinas solares, hidrelétricas e de biogás em operação, e que pretende chegar a 60 unidades ainda em 2021, com geração mensal de 38 GWh de energia, o suficiente para abastecer uma cidade de 150 mil habitantes.

“As fontes de energia renováveis ​​são importantes não apenas para promover a redução dos custos de energia, mas também para atender à crescente demanda por energia limpa. Temos parceiros como a Enel X, que prioriza soluções para o futuro, nos projetos e investimentos que realizamos em todo o país, em busca de eficiência energética ”, completa Bruno Gentil, diretor de Suporte aos Negócios da TIM Brasil.

Brasil em ascensão

O setor de geração distribuída, modalidade que permite às empresas e residências produzir sua própria energia a partir de fontes renováveis, tem crescido nos últimos anos no Brasil com a resolução normativa nº 482/2012.

Dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) revelam que o setor triplicou o volume de potência instalada no país entre maio de 2019 e igual período de 2020, atingindo 3 GW em projetos de micro e minigeração de energia elétrica no Brasil.

A região Nordeste tem se destacado no desenvolvimento de projetos de produção de energia fotovoltaica graças à altíssima incidência solar e à pouca variação da radiação ao longo do ano, mas todo o território brasileiro tem potencial para o desenvolvimento de projetos de micro e energia. usinas de geração distribuída para empresas.

Com a construção das usinas fotovoltaicas de geração distribuída da TIM, a Enel X atinge 27,1 MWp em projetos de energia solar voltados para clientes industriais, como a armadora Fratelli Consulich do Brasil, no Rio de Janeiro; o Centro Esportivo Academias da Brava, em Goiás; e a empresa de alimentos Nutrê, no Ceará.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidos