conecte-se conosco

Notícias

Ceará quer liderar estratégia Nacional de Hidrogênio

O estado do Ceará pretende se tornar um produtor e fornecedor global de hidrogênio verde, estimulando mais investimentos na produção de fontes de geração renováveis ​​e sustentáveis, incluindo o enorme potencial da energia eólica offshore.

Imagem: www.ceara.gov.br

Publicado

em

O Secretário Executivo de Energia e Telecomunicações da Secretaria de Infraestrutura do Ceará (Seinfra), Adão Linhares, participou da 2ª Reunião Extraordinária do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), na qual foram propostas as diretrizes para a construção do Programa Nacional de Hidrogênio . O secretário contribuiu como representante oficial dos estados e do Distrito Federal, aprovando a iniciativa do Conselho.

Segundo Adão, o país possui uma grande diversidade e um enorme potencial de fontes de energia disponíveis para a produção de hidrogênio. “A região Nordeste, em particular, tem muito a contribuir para esse processo pelo seu comprovado potencial de geração eólica e solar fotovoltaica. Alinhado à estratégia de pioneirismo lançada recentemente que visa transformar o Ceará em um grande produtor de hidrogênio verde. Para mim, é uma oportunidade feliz ”, destaca.

O estado do Ceará pretende se tornar um produtor e fornecedor global de hidrogênio verde, estimulando mais investimentos na produção de fontes de geração renováveis ​​e sustentáveis, incluindo o enorme potencial da energia eólica offshore.

“Estamos honrados por ter a oportunidade de participar deste importante momento para o Brasil. Esta é uma grande oportunidade para o país se tornar um player global como produtor e exportador de hidrogênio verde, com base em nosso potencial de geração de energia eólica e solar fotovoltaica em terra. Grande parte dessas potencialidades está concentrada no Nordeste, que também oferece as melhores condições logísticas para os mercados europeu e americano ”, finalizou Adão Linhares.

Além do Secretário Adão, na qualidade de membro representante dos secretários de Estado de Minas e Energia, o encontro contou com a presença do Ministro Bento Albuquerque, presidente do CNPE; ministros do governo; além de representantes da Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP), da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), da Pré-Sal Petróleo SA (PPSA) e dos demais ministérios que compõem o CNPE.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidos