conecte-se conosco

Notícias

Altos gastos com eletricidade motivam crescimento de 44% da energia solar no Brasil

A crise hídrica e os altos preços da eletricidade motivam os consumidores brasileiros a buscar reduzir custos e adotar fontes alternativas.

Imagem: sebraeinteligenciasetorial.com.br

Publicado

em

A crise hídrica e os altos preços da eletricidade motivam os consumidores brasileiros a buscar reduzir custos e adotar fontes alternativas. Entre as modalidades, a energia solar tem se tornado uma aposta de destaque, segundo dados da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Até o momento, em 2021, 142.199 novos consumidores aderiram à modalidade, 44,3% a mais que o crescimento observado no primeiro semestre de 2020. 

Segundo dados da ABSOLAR, o mercado vem crescendo desde 2012, quando a Aneel deu início à regulamentação que afeta o segmento. Os consumidores são atraídos pela possibilidade de contribuir com o meio ambiente e economizar dinheiro. A associação estima que um sistema fotovoltaico de bom tamanho pode reduzir os custos de eletricidade em até 95%.

As empresas do setor confirmam o aumento da demanda. Segundo a Sun Mobi, que conecta geradores de energia solar e potenciais clientes, a demanda cresceu 40% em junho, quando voltou a bandeira vermelha do nível 2 na conta de energia, a tarifa mais cara entre as existentes. No mesmo mês, a Aneel também aprovou um aumento no valor dessa taxa.

A expansão ocorre em todos os estados do Brasil . Minas Gerais, onde há benefícios fiscais mais relevantes, foi o segundo estado com mais novos clientes no semestre: 23.614. Número bem próximo ao de São Paulo: 23.973, que ficou em primeiro lugar.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidos