conecte-se conosco

Notícias

Alterações de recadastramento são discutidas por especialistas do BNDES

O BNDES em parceria com a ABSOLAR, realizaram no dia 13 desse mês, um webinário para falar sobre o recadastramento e os novos critérios nos processos dos sistemas geradores fotovoltáicos.

Imagem: Envato Elements

Publicado

em

O BNDES em parceria com a ABSOLAR, realizaram no dia 13 desse mês, um webinário para falar sobre o recadastramento e os novos critérios nos processos dos sistemas geradores fotovoltáicos.

As principais alterações sofridas foram a extinção do modelo único de credenciamento. Antes era obrigatório que se utilizassem módulos nacionais. E a apresentação de notas fiscais emitidas para sistemas de potência até 375 kw, passou de dois anos para seis meses, segundo Renata Braga, gerente do Departamento de Desenvolvimento de Cadeias Industriais e Fornecedores de Bens e Serviços.

Já para sistemas acima de 375 kw, as normas são um pouco diferentes, pois são financiados caso a caso.

Uma outra alteração importante foi a vinculação dos códigos Finame aos fornecedores de módulos, inversores e a habilitação prévia dos fornecedores dos sistemas como distribuidores autorizados. Para finalizar engenheiros devem ser os responsáveis pelos projetos, não mais os técnicos como vinha sendo feito.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidos