conecte-se conosco

Notícias

A Sabesp inaugura sua primeira fotovoltaica, de 1 MW

A Companhia Sabesp inaugurou nesta terça-feira, a primeira Usina Fotovoltaica do Programa de Geração Distribuída da Companhia

Imagem: Sabesp

Publicado

em

É a primeira Central Fotovoltaica do Programa de Geração Distribuída da Empresa. No final do ano, o BID concedeu financiamento de 950 milhões de reais (186 milhões de dólares) à Sabesp para diversas atividades, incluindo instalações solares GD.

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) inaugurou nesta terça-feira, na cidade de Orindiúva, a primeira Usina Fotovoltaica do Programa de Geração Distribuída da Companhia. Essa unidade de geração de energia solar tem capacidade de 1 MW, com potencial de geração de 1,9 milhão de kWh por ano.

Esse volume é suficiente para abastecer 780 domicílios, o que corresponde a 44% da população de Orindiúva. A energia produzida na usina compensará os créditos com o consumo de energia elétrica que a Sabesp utiliza nas suas instalações de água e esgoto em operação no município e em seis outras cidades da região. O alto índice de irradiação solar local, com média anual de mais de 5,0 kWh / m² / dia, foi um dos fatores positivos que tornou o projeto viável.

O Programa de Geração de Energia Fotovoltaica por meio da Geração Distribuída conta com investimentos de R$ 250 milhões financiados pelo BDI Invest para a implantação de 33 usinas fotovoltaicas em área das empresas adjacentes às instalações em operação, principalmente no interior do Estado. Com a potência de 1 a 4 MW, as unidades vão agregar cerca de 73 MWp de potência instalada.

A energia gerada será suficiente para abastecer 4,5% de toda a energia consumida pela Sabesp ou 60% de toda a energia elétrica consumida em baixa tensão na Empresa, o que significará uma economia de cerca de 50 milhões de reais por ano em custos de energia.

No segmento de geração distribuída, o Brasil agrega 4,4 GW de fonte solar fotovoltaica, segundo a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica Absolar divulgada no início do ano.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidos