conecte-se conosco

Notícias

A meta no Brasil é atingir 41,6 GW de GD até 2031

O Ministério de Minas e Energia em colaboração com a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), publicou o caderno Micro e Minigeração Distribuída e Baterias do Plano Decenal de Expansão (PDE) 2031.

Imagem: Envato Elements

Publicado

em

O Ministério de Minas e Energia (MME) do Brasil, em colaboração com a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), publicou o caderno Micro e Minigeração Distribuída e Baterias do Plano Decenal de Expansão (PDE) 2031.

O documento apresenta a evolução da microgeração e minigeração distribuída (MMGD), ou seja, usinas de até 5 MW conectadas à rede de distribuição e com a participação do Sistema de Compensação de Energia Elétrica (SCEE). 

O governo espera que a próxima década seja marcada pelo grande crescimento do MMGD no país. No entanto, a necessidade de mudanças regulatórias no setor, com a possível redução dos incentivos criados no passado e a modernização do formato da tarifa de baixa tensão, colocam algumas incertezas na trajetória de desenvolvimento desse modo de geração.

Em 2020, foram conectadas 2,5 GW de geração distribuída fotovoltaica, segundo a Aneel.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidos