conecte-se conosco

Notícias

A fábrica brasileira da Vestas atingiu 2GW de produção de nacele

Na geração eólica no Brasil, o Ceará se destaca com capacidade instalada de 2.273 MW e 92 parques eólicos. Nessa região, a Vestas fabrica aerogeradores, gerando 400 empregos diretos e 3.200 indiretos.

Imagem: Vestas Wind Systems

Publicado

em

Nesta semana, a Fábrica da Vestas no Brasil, localizada no Ceará, atingiu outra meta de produção: 2 GW de nacelas V150-4,2 MW.

Das nacelas para turbinas nos modos de potência de 4,2 MW e 4,5 MW que compõem os 2 GW, foram entregues 402 unidades e, dessas, 294 já foram instaladas em parques eólicos brasileiros.

Helcias Cocino, diretor da fábrica, explicou sobre a conquista: “Essa cifra não foi alcançada por acaso ou sorte, mas com muito trabalho, persistência e o verdadeiro apoio da equipe em todas as áreas”.

Seguindo a ideia, ele acrescenta que “em nome da Fábrica de Fortaleza, gostaria de expressar nossa gratidão a cada um que, juntos, tornaram essa conquista possível. E agora, esperamos novas conquistas que estão por vir! ”

Dias atrás,  Joaquim Rolim, coordenador do Núcleo de Energia da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), e Jonathan Colombo, gerente de Relações Institucionais, Marketing e Comunicação da Vestas América Latina, participaram do show “Energia Eólica, capacidade instalada e potencial de crescimento para o Ceará”.

Segundo Rolim “as torres eólicas iam de uma altura de 50 metros em 2000 para 150 metros hoje. Também existe a possibilidade de geração eólica no mar, e os novos potenciais identificados são 94.300 MW para geração eólica onshore, 117.000 MW no mar e 643.000 MW para geração solar fotovoltaica consumidos pelo Brasil ”.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidos