conecte-se conosco

Notícias

A energia solar criará previsivelmente mais de 5.000 novas empresas no Brasil em 2021

Um estudo estima que a energia solar criará cerca de 5.400 novas empresas em 2021, o que significa a criação de 450 novas empresas a cada mês.

Imagem: Envato Elements

Publicado

em

Um estudo estima que a energia solar criará cerca de 5.400 novas empresas em 2021, o que significa a criação de 450 novas empresas a cada mês.

A energia solar vive um momento único no Brasil. No último ano, mesmo em contexto de pandemia, a capacidade energética do setor cresceu cerca de 52% e hoje a energia solar é considerada a principal fonte que conduz a recuperação ecológica do país e a transição para uma economia a 100% limpo e renovável, seguido por eólica, hídrica e gás natural.

Desde 2012, a energia fotovoltaica envolveu investimentos de 38 bilhões de reais (7.103 milhões de dólares) e gerou mais de 224 mil empregos. Em 2020, as contratações cresceram 62% em relação aos empregos acumulados no país desde 2012.

As previsões para 2021 parecem ainda melhores: segundo a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), o Portal Solar, principal mercado de energia solar fotovoltaica do país, estima em estudo que a solar criará cerca de 5.400 novas empresas em 2021, o que significa a criação de 450 novas empresas a cada mês.

O crescimento, segundo a empresa, corresponde a, no máximo, 27% em relação ao volume total de empresas do segmento fotovoltaico no país, que hoje tem 20 mil empresas.

De acordo com Absolar, o segmento atraiu mais de R $ 13 bilhões em investimentos em 2020, incluindo grandes usinas e sistemas de geração de coberturas para pequenos lotes comerciais e residenciais. O valor de US $ 1 bilhão resultou na criação de mais de 86.000 novos empregos.

Segundo levantamento do Portal Solar, as empresas que atuam no segmento de geração solar distribuída geraram cerca de 68 mil empregos no país em 2020, um aumento de 92% em relação às contratações acumuladas entre 2012 e 2019.

A Absolar publicou recentemente que, em 2020, houve um salto de 64% na potência operacional da energia solar fotovoltaica em relação a 2019. O Brasil tem atualmente 7,5 GW aos quais se somam grandes usinas e pequenos projetos em telhados e fachadas de empresas e residências.

O CEO da Absolar, Rodrigo Sauaia, recentemente participou de uma palestra TEDx onde explicou os 4 passos para acelerar a transição renovável.  O evento contou com a presença de importantes nomes internacionais como o Secretário-Geral das Nações Unidas, Antonio Guterres; Vencedor do Prêmio Nobel e ex-vice-presidente dos Estados Unidos, Al Gore; ator, diretor e defensor da mudança climática Mark Ruffalo; ator e produtor Don Cleadle e o físico e escritor Chris Anderson.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidos